segunda-feira, 3 de março de 2008

Um rato no meu sapato

A partir desta imagem fizemos,oralmente, esta história colectiva:


Um dia, a Sofia estava muito sossegada na sua cama, a ler um livro de histórias e ouviu um barulho estranho.
Como ela estava sozinha em casa, ficou muito assustada, mas também muito curiosa. Prendeu o medo na gaveta dos medos e tentou seguir o barulho para ver o que era aquilo.
E ao aproximar-se do sofá o barulho acabou. Ficou tudo em silêncio...
Como não ouviu mais nada, resolveu vestir-se para ir para a escola.
E, quando ia buscar os sapatos que estavam ao pé do sofá, viu um rato dentro de um dos seus sapatos.
Ela assustou-se e o rato disse:
- Não tenhas medo. Eu não te faço mal.
- Não? Não fazes mal?
- Não faço mal a ninguém. Eu sou um rato muito viajado, que já tem muitos amigos.
- Amigos?
- Sim, muitos amigos. Só tenho um inimigo que é o gato Tobias da casa ao lado.
- Ah! Tens medo do Tobias.
- Tenho. Tive de me esconder no teu sapato para não levar uma dentada.
- Não te preocupes. Eu trato de ti. Dou-te de comer e protejo-te.
- Obrigada, mas o que eu queria mesmo era continuar a viajar.
- Tive uma ideia! – disse a Sofia.
- O quê? Qual é a ideia?
- Tu podes ficar aqui no meu quarto escondido enquanto eu vou à escola. Depois, logo à noite, quando o Tobias estiver a dormir, eu abro-te a porta e tu sais, muito devagarinho, sem fazer barulho.
- Acho que é uma boa ideia.
Então a Sofia foi para a escola e deixou o rato debaixo da cama.
Quando já era quase noite, a Sofia chegou da escola, abriu a porta e deixou o seu amigo rato sair para poder continuar a viajar como desejava…e não ser comido pelo gato Tobias.
Vitória, vitória acabou-se a história.

3 comentários:

Turma dos golfinhos disse...

Que história fantástica!

Vocês são muito criativos. Gostei muito.

Beijocas
Marisa

Aprender...é crescer... disse...

:)Obrigada.

M@ri@n@ disse...

Eu também gostei muito!

Beijinhos!
Mariana